2 de jun de 2011

eu to cansada,

cansada de ser ignorada, cansada de ignorar o meu sentimento. Estou me odiando, me odiando por tudo, por falta de coragem. Quero desabar em lagrimas, mais tenho medo, pois elas podem ser lagrimas fatais, lagrimas de sangue, talvez. Porque meu Deus, por quê? Se nos amamos tanto, se nos queremos tanto, porque não á coragem de ambos para assumir esse sentimento? É tão belo, mais quando se é guardado, ele se torna terrivelmente escuro, talvez um buraco negro, que suga todas as nossas forças, até não agüentarmos mais e cairmos no chão. E se cairmos, será que vamos nos ajudar? Eu estou decepcionada. Eu não deveria, não deveria fazer nada por impulso, mais eu mesma não me ouço. Arrependo-me amargamente, pelas minhas palavras frias, minha falta de compaixão. Estou me arrependendo agora, por estar me culpando. Eu não sou á culpada, nós dois é que somos. Mais agora o que eu posso fazer, correr e gritar atrás do que eu quero, o meu objetivo? Você é o meu objetivo, mais está difícil de alcançar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário